sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Novo blogue

Para os seguidores deste blogue, cá fica o endereço do novo blogue onde escreve a educadora Ofélia: http://brinco-sim.blogspot.pt/

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Última notícia

Meninos, ganhámos outra bandeira verde!!!!

terça-feira, 27 de agosto de 2013

É com alguma nostalgia que digo adeus neste espaço, aos meninos da Carapinheira, às famílias, às funcionárias... Até qualquer dia.
Vou para o outro lado do rio Mondego, estou perto.
Aos seguidores deste espaço, um dia destes darei novo endereço.

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Entrega de avaliações

Informam-se os encarregados de educação que a entrega de avaliações do 3º P pelas educadoras, ocorrerá no JI de Carapinheira e no JI de Meãs do Campo, dia 10 de julho, entre as 9h30m e as 12h.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Festa de Final de Ano do JI de Meãs

Um ano chega ao fim... Uma festa encerra o ano de muita brincadeira e aprendizagem. Parabéns aos meninos pelo empenho!
Enquanto ex-coordenadora, às educadoras do JI de Meãs também dou os parabéns, por tanto empenho e resistência à frustração, numa altura do ano tão difícil.



















segunda-feira, 24 de junho de 2013

quarta-feira, 19 de junho de 2013

O nosso eco-código

O eco-código do jardim de infância de Carapinheira este ano tem forma de boneco e está exposto à entrada do JI.
Os finalistas com o eco-código
QUEREMOS VIVER NUM SÍTIO COM MUITAS PLANTAS E COM MUITAS ÁRVORES.

NÃO SE DEVE PÔR LIXO PARA O CHÃO, FICA SUJO.

NÃO DEVEMOS PÔR ÓLEO NA TERRA, NEM NA ÁGUA, PODEMOS RECICLAR E FAZER VELAS.

NÃO SE DEVE ATIRAR LIXO PARA O MAR, PORQUE OS PEIXES E OS PÁSSAROS PENSAM QUE É COMIDA E MORREM.

TEMOS QUE POUPAR ÁGUA, FECHAR A TORNEIRA QUANDO ENSABOAMOS AS MÃOS E TOMAR BANHO NO CHUVEIRO.

TEMOS DE POUPAR LUZ, ACENDER À NOITE, PORQUE  DE DIA O SOL FAZ LUZ.

TEMOS QUE PÔR O LIXO NOS CAIXOTES CERTOS E RECICLAR, FAZER COISAS NOVAS.

TODOS OS ANIMAIS SÃO PRECISOS, DEVEMOS TRATÁ-LOS BEM.

NÃO SE PODE GASTAR MUITO PAPEL, PORQUE SE TEM QUE CORTAR MUITAS ÁRVORES. AS ÁRVORES SÃO PRECISAS PARA DAR FRUTA, PARA DAR LENHA, PARA ENFEITAR E PARA DAR SOMBRA.


PARA NÃO ESTRAGAR O RIO, AS PESSOAS NÃO DEVEM USAR ADUBO E PESTICIDAS, NÃO DEVEM PÔR LIXO PARA A ÁGUA.

sábado, 15 de junho de 2013

As árvores do nosso jardim


Há muito que andamos para abordar o tema das plantas autóctones e exóticas. Mas o currículo em educação pré-escolar é assim, às vezes leva-nos por caminhos diferentes, ainda que se atinjam os mesmos fins. Na educação pré-escolar importa que as crianças despertem para o que as rodeia, aprendam que existem plantas diferentes (no aspeto, na utilidade para o homem, mas também na adaptação aos ambientes) que estas têm nomes comuns, mas também   nomes científicos (aqueles que os cientistas usam em todo o mundo). Importa que despertem para o gosto de aprender para compreender o mundo que as rodeia.
Estas são as árvores do nosso jardim, um começo para podermos abordar a questão autóctones/exóticas. Se calhar já não vai ser possível este ano letivo, ficará o mote para reiniciar em setembro.
 Obrigada à LACAM que ajudou a identificar as plantas e à professora Filomena que fez as placas.












quarta-feira, 12 de junho de 2013

Visita às cegonhas


O fim do ano é assim... Cá fica um post com alguns dias de atraso, a visita às cegonhas que existem  em abundância por aqui. Em nome das crianças, obrigada à LACAM e à Central Termoelétrica de Lares pela viagem, ao Centro de Interpretação do Paúl de Arzila pela hospitalidade e informação.


À procura dos ninhos à beira rio e nos postes de alta tensão
Brincadeiras no parque de merendas
Faz -de-conta que somos cegonhasI
Faz-de-conta que somos cegonhas II
Registo gráfico individual
Registo gráfico de grupo

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Os jardins de infância jogaram Boccia


No dia 5 de junho, três jogadores de Boccia e os seus treinadores da APCC vieram à Carapinheira ensinar, aos meninos dos jardins de infância de Meãs do Campo e Carapinheira, um desporto para pessoas com deficiência, inspirado em jogos tradicionais.
A primeira visão das crianças com paralisia cerebral gerou de imediato as perguntas dos mais pequenos: “A menina não anda? Não fala? Porquê? Está doente? Vai ficar sempre assim?”Mas ao ver os jogadores jogar, depressa de dissiparam as questões das diferenças. Eles são muito bons, melhores do que nós  a jogar Boccia. Todos experimentámos jogar e sentimos a dificuldade  da precisão que exige este jogo. Torcemos uns pelos outros e, no fim, os adultos presentes (educadores, auxiliares e pais) também jogaram. Ganharam os vermelhos, mas isso não importa nada, os azuis ficaram contentes na mesma.




quarta-feira, 5 de junho de 2013

O projeto da cegonha branca

Vai de vento em popa o nosso projeto da cegonha branca no jardim de infância de Carapinheira.
Estamos a construir um livro sobre o que vamos aprendendo sobre esta ave simpática,  vamos experimentar fazer um ninho para colocar no exterior e amanhã fazemos uma viagem de Montemor-o-Velho ao Paúl de Arzila, visitando  o caminho dos ninhos de cegonha. Uma forma de comemorar com um dia de atraso o Dia Mundial do Ambiente. Tivemos o apoio da Liga dos Amigos dos Campos do Mondego e  da Central Termoelétrica de Lares para a realização da viagem.
Por hoje ficam as fotos dos trabalhos feitos em papel vegetal e colocados na janela.






vista de dentro
vista de fora